News

Dieta para pressão alta: Saiba quais alimentos priorizar!

Seguir uma dieta para pressão alta é algo extremamente simples e saudável de ser feito, mas antes de começar, é preciso saber quais alimentos priorizar e quais devem ser evitados.

Anúncios

Alimentação é fundamental no controle da hipertensão

Alimentos com esfignomanômetro ao lado
Dieta é a melhor forma de controlar e evitar pressão alta. Fonte: Canva.

Colocar em prática uma dieta para pressão alta é extremamente simples e saboroso.

Além disso, devido à necessidade de escolhas mais saudáveis, no fim do mês é possível notar que vai sobrar dinheiro. 

Afinal, esse tipo de alimentação dá prioridade a alimentos mais naturais e consequentemente mais saudáveis. 

Contudo, quando se fala em uma alimentação voltada a problemas de saúde, como é o caso da pressão alta, por exemplo, ainda existem dúvidas de como colocá-la em prática.

Por isso, vamos te mostrar agora, o que é preciso priorizar e evitar em uma dieta para pressão alta. 

Então, bora descobrir?

Balança e fita métrica

Dieta para emagrecer com saúde.

Saiba quais alimentos devem ser priorizados em uma dieta para emagrecer de forma saudável.

Dieta para pressão alta

Um ponto muito importante sobre a alimentação de pessoas que têm hipertensão arterial é que ela precisa ser encarada como uma mudança.

Ou seja, é muito comum que pessoas sejam diagnosticadas com pressão alta e mudem sua alimentação.

Contudo, assim que a pressão arterial volta para níveis normais, muita gente retoma a alimentação de antes.

Assim, a pressão alta volta a aparecer.

Dessa forma, todos aqueles que recebem o diagnóstico, precisam ter consciência:

Ou seja, será preciso mudar hábitos! 

E os principais hábitos que devem ser mudados dizem respeito à alimentação. 

Alimentos que devem ser priorizados

Os alimentos que devem ser priorizados em uma dieta para pressão alta possuem características específicas.

Assim, precisam ser ricos em fibras, minerais, gorduras de qualidade, além de anti-inflamatórios e antioxidantes. 

Assim, as melhores opções que devem ser incluídas na alimentação de uma pessoa com hipertensão são:

Laticínios com baixo teor de gordura e sem açúcar: Leite semidesnatado ou desnatado, iogurtes desnatados, queijos cottage, ricota ou Minas;

Frutas fresca da estação;

Cereais integrais: Aveia, gérmen de trigo, amaranto em grãos, arroz integral e farinhas integrais;

Verduras folhosas e legumes todos os tipos;

Proteínas com baixo teor de gordura, como peixes, frango, peru e ovos;

Leguminosas, como tremoço, feijão, edamame, grão de bico, lentilha, ervilhas;

Gorduras de qualidade: Sementes em geral, abacate, azeite extravirgem.

Ao priorizar fibras, vitaminas, minerais, gorduras de boa qualidade e proteínas magras, há melhorias de glicose, colesterol e marcadores inflamatórios. 

Além disso, essa redução de todos esses componentes, colabora para a perda de peso, uma das principais causas de pressão alta no Brasil e no mundo. 

Alimentos para evitar uma dieta para hipertensão arterial

Agora então, é hora de conhecer os alimentos que devem ser evitados por quem tem pressão alta. 

Assim, vamos a eles. 

  • Alimentos embutidos: como presunto, salame, salsicha, mortadela e bacon, por exemplo;
  • Alimentos em conserva e enlatados;
  • Molhos e temperos prontos: ketchup, shoyu, molho inglês, molhos para salada, maionese;
  • Junk foods;
  • Carnes como alto teor de gordura: como picanha, costela, paleta, fraldinha;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Alimentos e bebidas com alto teor de açúcar: refrigerantes, sucos de caixinha, biscoitos e doces em geral;
  • Carnes salgadas: carne seca, bacalhau, charque ou carne de sol, por exemplo. 

Exercícios físicos melhoram pressão alta

Tão importante quanto seguir uma dieta para pressão alta é praticar atividades físicas. 

Afinal, sair do sedentarismo fortalece o coração, e garante redução dos níveis de gordura corporal. 

Contudo, quando o assunto é atividades físicas para hipertensos, é preciso respeitar os seus limites. 

pés de pessoa caminhando

Atividade física para pressão alta

Descubra o que deve ser levado em consideração por hipertensos na hora de se exercitarem.

Sobre o autor  /  Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Seven: conheça o aplicativo para fazer exercícios em casa!

Aplicativo Seven para exercícios: tenha na palma da mão o app que vai te ajudar a emagrecer sem precisar sair de casa. Saiba mais!

Continue lendo
content

Curso Marmita Fit Congelada Bruna Bosco: alimente-se de forma saudável e fique em forma!

Com o Curso Marmita Fit Congelada de Bruna Bosco, você aprende a fazer refeições congeladas equilibradas e saborosas. Confira mais a seguir!

Continue lendo
content

Vitaminas do complexo B: entenda a importância e os benefícios à saúde

Conheça todas as vitaminas do complexo B, suas funções e benefícios e as principais fontes alimentares para obtê-las por meio da alimentação.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Top Travel é confiável? Veja como funciona antes de comprar

A Top Travel é uma agência de turismo com sede em São Paulo que há mais de 3 décadas possui experiência no ramo. A empresa tem a missão de oferecer o melhor atendimento possível ao cliente, então veja como ela funciona!

Continue lendo
content

Buscavoo é confiável? Veja como funciona antes de comprar

Utilizando a meta-busca, a Buscavoo garante encontrar a melhor opção de serviço de acordo com as suas necessidades. Para isso, utiliza uma plataforma ágil e simples para você economizar tempo e dinheiro!

Continue lendo
content

Melhores aplicativos de carona: veja 5!

Aplicativos de carona tem se tornado bastante populares, especialmente devido aos seus preços justos cobrados pelas corridas. Para quem deseja economizar ou dividir custos, essa é uma excelente opção!

Continue lendo