News

Dieta para lúpus: 5 dicas fundamentais na hora de se alimentar

Confira 5 dicas importantes que devem ser levadas a sério em uma dieta para lúpus. Por exemplo, você deve priorizar os temperos naturais ao invés dos processados. Saiba mais!

Anúncios

Alimentação é a base para uma vida saudável

Alimentos saudáveis dispostos na mesa
5 dicas que farão sua dieta para lúpus neutralizar a doença. Fonte: Canva.

Seguir uma dieta para lúpus tem se tornado cada vez mais comum por pacientes.

Afinal, como em outras doenças de origem autoimune, está cada vez mais claro o poder dos alimentos sobre à saúde. 

Contudo, é importante ressaltar que os alimentos são capazes de propiciar efeitos positivos ou negativos à saúde. 

Assim, saber o que incluir em uma alimentação específica para lúpus é fundamental para a remissão da doença e espaçamento dos ciclos de atividades.

Por isso, conversamos com Murilo Camano, nutricionista (CRN3 51723) e ele deu dicas importantes na hora dos pacientes com lúpus pensarem em sua alimentação. 

Então, vamos conferir agora quais são essas dicas. 

Salmão, abacate, sementes e sopa

Alimentos que diminuem o colesterol

Conheça o top 5 dos alimentos que ajudam a diminuir o colesterol.

Dieta para lúpus: 5 dicas imperdíveis

Montar uma dieta para lúpus parece um bicho de sete cabeças no começo.

Contudo, aos poucos essa se torna uma tarefa prática e de muita importância.

Afinal, por ser uma doença autoimune, modular o organismo pensando em inibir uma ação exacerbada do sistema imunológico é fundamental para amenizar e espaçar os quadros da doença. 

Então, vamos às dicas do nutricionista Murilo Camano. 

5. Foque nas vitaminas A, C e D

Vitaminas A e C são excelentes opções para quem busca manter o lúpus sob controle.

Afinal, elas possuem um poderoso caráter anti-inflamatório e antioxidante sistêmico.

Dessa forma, são capazes de diminuir respostas inflamatórias e manter a doença sob controle. 

As melhores opções de vitamina A são:

  • Bife de fígado;
  • Queijo cottage;
  • Ovos cozidos;
  • Iogurte;
  • Cenoura;
  • Espinafre;
  • Manga;
  • Pimentão;
  • Acelga;
  • Brócolis;
  • Mamão;
  • Tomate;
  • Beterraba.

Já as melhores opções de vitamina C são:

  • Acerola;
  • Camu Camu;
  • Limão;
  • Laranja;
  • Abacaxi;
  • Maracujá;
  • Tangerina;
  • Kiwi.

Outra opção importante para pacientes com lúpus é a vitamina D. 

Afinal, estudos de revisão demonstram que a deficiência da vitamina tem sido associada ao agravamento do lúpus.

Mas no Brasil, diferente de outros países, os alimentos não são fortificados com a vitamina.

Então, uma das melhores maneiras de sintetizar a vitamina é por meio da exposição solar.

Contudo, pacientes com lúpus não devem se expor ao sol.

Assim, o ideal é fazer uso de suplementos de vitamina D.

4. Diminua o consumo de zinco e sódio

Ainda citando estudos científicos, o nutricionista afirma que é preciso ter cuidado com a ingestão de alguns minerais, como zinco e sódio, por exemplo. 

Afinal, estudos demonstraram que a restrição de ambas as opções reduziram os níveis de anticorpos da doença.

Castanhas em geral, amendoim, amêndoas, carne de cordeiro, ostras e moluscos são as principais fontes de zinco. 

Assim, devem ser evitadas.

Já o sódio, é encontrado principalmente em produtos industrializados e ultraprocessados. 

3. Priorize o consumo de selênio

É importante haver prioridade ao selênio em uma dieta para lúpus.

Afinal, o mineral é um poderoso antioxidante e anti-inflamatório natural e sem mostrou em estudos ser capaz de amenizar os quadros da doença. 

Então, ovos, arroz, feijão, alho, repolho, são excelentes fontes do mineral. 

Por isso, devem ser incluídos na alimentação. 

2. Aposte em temperos naturais

Temperos naturais são ervas, plantas e raízes.

Além de serem saborosos, eles são saudáveis e extremamente funcionais para o manejo dos quadros de lúpus. 

Murilo Camano afirma que existem algumas opções poderosas que devem ser priorizadas na dieta para lúpus. São elas:

  • Cúrcuma – também conhecida como açafrão da terra: ação anti-inflamatória;
  • Gengibre: efeito anti-inflamatório;
  • Pimenta vermelha: melhora circulação e alivia dores;
  • Manjericão: diminui as dores musculares;
  • Alho: controle de colesterol e pressão, age desinflamando organismo;
  • Romã: poderosa ação antioxidante e anti-inflamatória sistêmica.

Assim, incluir esses temperos naturais é de grande auxílio para manter o lúpus sob controle.

1. Atenção às calorias

O consumo adequado de calorias é extremamente importante em uma dieta para lúpus.

Afinal, o excesso de calorias impacta negativamente na composição corporal a ponto de afetar o funcionamento do sistema imunológico. 

Já se sabe que pacientes com maior percentual de gordura corporal apresentam crises mais agudas da doença.

Contudo, não é preciso que haja uma restrição calórica.

O ideal é seguir uma dieta normocalórica. 

Ou seja, que supra as necessidades de gasto energético total diário

Assim, em caso de diagnóstico positivo de lúpus, é importante procurar um nutricionista para te ajudar com essa questão. 

Alimentação e imunidade estão relacionadas

Por ser uma doença autoimune, a dieta para lúpus deve ser vista como parte importante do tratamento. Afinal, alimentos são extremamente poderosos a ponto de prevenir ou causar doenças. 

Abaixo, veja como uma alimentação balanceada pode contribuir para o melhor funcionamento do sistema imunológico!

Prato com legumes e verduras

Alimentação contribui para melhor funcionamento do sistema imune

Conheça 10 alimentos que melhoram a atuação do sistema imunológico.

Sobre o autor  /  Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Chás para o intestino: 7 opções para incluir no seu dia a dia

Conheça as 7 melhores opções de chás para o intestino e alcance o máximo em termos de saúde e bem-estar do sistema digestório.

Continue lendo
content

Goma acácia: conheça 5 benefícios da fibra à saúde

Descubra o que é a goma acácia e conheça 5 benefícios que só ela é capaz de proporcionar à saúde intestinal e geral como um todo!

Continue lendo
content

Conheça 12 artistas veganos que você não imaginava!

Conheça 12 artistas que são veganos e você não imaginava. Quer matar a sua curiosidade? Então, continue lendo o post para saber mais!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como solicitar o cartão de crédito Pão de Açúcar Mais Gold?

Se você quer aproveitar todos os benefícios do cartão Pão de Açúcar Mais Gold, confira todas as formas de solicitar esse produto incrível do banco Itaú. Assim, você pode começar a acumular pontos o quanto antes!

Continue lendo
content

Usar milhas para ganhar dinheiro: veja os benefícios e como funciona!

Comercializar milhas aéreas é uma forma legal de ganhar dinheiro extra. Aliás, é preciso usá-las antes que elas expirem e para você não perder dinheiro. Saiba benefícios desse comércio e como acumular mais milhas!

Continue lendo
content

Como comprar facilmente na Easy Trip?

Garantindo atendimento personalizado, a Easy Trip conecta você a todos os serviços de turismo que você busca! Assim, você organiza sua viagem com mais praticidade e agilidade, então veja agora como comprar com a agência!

Continue lendo