News

Variante ômicron é o fim da pandemia? Entenda!

A explosão de casos da variante ômicron indica que a pandemia está próxima do fim? Entenda o que a ciência diz e o que esperar dos rumos da Covid-19.

Anúncios

Variante ômicron: Aumento de casos, mas óbitos sob controle

Dizeres: Covid-19 no fundo do vermelho junto a moléculas de Sars-Cov-1
Descubra os motivos pelos quais dizem que a variante ômicron indica o fim da pandemia. Fonte: Canva.

Com origem na África do Sul em meados de dezembro de 2021, a variante ômicron rapidamente se tornou uma variante de preocupação. 

Afinal, até então, as vacinas desenvolvidas conseguiam neutralizar todas as variantes existentes. 

Por isso, a preocupação era natural.

Contudo, durante os meses que se seguiram, o que se viu foi um aumento gigantesco de casos.

Mas os óbitos se mantiveram estáveis, o que indicou que as vacinas são realmente funcionais.

Assim, devido a esse comportamento, muitos especialistas indicam que a ômicron é o início do fim da pandemia.

Mas será que isso é verdade?

A resposta você descobre a seguir!

Comprimidos brancos fundo amarelo

Vitamina D é eficaz contra o coronavírus?

Descubra de uma vez por todas se a vitamina D é eficaz contra a Covid-19.

Aumento de casos e mortes sob controle: o atual cenário da pandemia

Descoberta em dezembro, a variante ômicron se espalhou pelo mundo rapidamente.

Em pouco mais de dois meses, essa variação do vírus se mostrou de longe a mais transmissível.

Contudo, para tranquilidade de profissionais e órgãos de saúde de todo mundo, os números de óbitos se mantiveram estáveis. 

A tendência para os próximos meses, é de muita transmissão, contudo para quem estiver vacinado os sintomas serão leves. 

Sintomas característicos

Conforme evoluiu, a variante ômicron acabou desenvolvendo sinais característicos.

Assim, quem é infectado por ela, tende a apresentar os seguintes sinais:

  • Dor de garganta;
  • Febre baixa;
  • Calafrios;
  • Tosse seca;
  • Cansaço;
  • Dores musculares, principalmente região lombar;
  • Mal estar;
  • Dor de cabeça;
  • Congestão nasal com presença ou não de coriza;
  • Diarreia.

Vírus sofreu mutação para sobreviver

De modo geral, todos os vírus sofrem mutações. 

Ou seja, isso não é uma particularidade do Sars-Cov-2, causador da Covid-19.

Conforme mais pessoas se infectam ou se vacinam, é comum que os vírus se modifiquem.

Essa é uma tendência evolutiva e natural de sobrevivência.

Assim que mais pessoas criam imunidade, o vírus muta, pois precisa infectar o hospedeiro para sobreviver. 

Contudo, ele não precisa causar danos à saúde, mas sim se manter vivo. 

Variante é indicativo de fim de pandemia 

De acordo com especialistas, esse comportamento da variante ômicron é sim um indício de que a pandemia começa a entrar em sua reta final.

Contudo, ainda é preciso cautela e atenção. 

A Covid-19 é uma nova doença, que veio para ficar. 

Em pouco tempo (ainda não se sabe), a tendência é de que ela se torne uma doença endêmica.

Ou seja, com circulação em uma escala reduzida e de maneira sazonal.

Como é o caso da gripe e outras doenças respiratórias dos períodos de inverno, por exemplo. 

Inclusive, as chances de necessidade de vacina anual para a covid-19 são grandes, da mesma forma que ocorre com a gripe.

Não vacinados sofrem com a ômicron

Com relação à variante ômicron uma coisa ficou clara no Brasil e no restante do mundo:

Não vacinados representam mais de 90% dos casos de internações e complicações de covid-19.

Por isso, se você ainda não concluiu seu esquema vacinal, ou não se vacinou não perca mais tempo:

Vá agora mesmo até a Unidade de Saúde mais próxima de sua casa e vacine-se.

Gripe H3N2 x Covid-19: entenda as diferenças

Com o surgimento da variante ômicron, a Covid-19 se tornou semelhante à gripe.

Contudo, como você acabou de aprender, os vírus sofrem mutações. 

Assim, o vírus da gripe sofreu uma mutação, sendo a H3N2 a cepa dominante no Brasil e no mundo.

Ambas as mutações têm feito muita gente confundir as duas doenças.

Mas diferenciá-las é uma tarefa relativamente simples.

Pessoa sentada na cama com dor de cabeça

Gripe H3N2 X Covid-19 o que há de diferente?

Aprenda a diferenciar a gripe H3N2 da Covid-19 de maneira simples e funcional.

Sobre o autor  /  Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Aplicativo Naturitas: como baixar para usar?

Saiba como baixar e usar o Aplicativo Naturitas e compre produtos saudáveis com rapidez e praticidade sem precisar sair de casa!

Continue lendo
content

Receitas com babosa para fazer seu cabelo crescer!

Confira nossas dicas de receitas com babosa, que farão seu cabelo crescer bonito e com saúde. Use ingredientes que você tem em casa!

Continue lendo
content

Enzima para emagrecer: saiba o que é e como ela ajuda no emagrecimento!

Saiba o que é a enzima para emagrecer e como usá-la para reduzir seu peso de forma rápida e fácil. Confira mais informações para começar!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Aplicativo Hoteis.com: descontos e recompensas em reservas!

Com o aplicativo Hoteis.com você participa do programa de fidelidade e pode conseguir descontos ainda melhores. Busque, compare e reserve hospedagens de forma rápida direto pelo app!

Continue lendo
content

Como é a experiência de viajar pela Avianca?

Confira a experiência que a companhia aérea oferece aos seus passageiros. Além disso, aproveite as passagens promocionais com até 50% OFF.

Continue lendo
content

10 dicas para montar sua bagagem em uma viagem de moto

Não é só de avião e carro que você pode fazer uma viagem. Nesse sentido, é totalmente possível fazer uma viagem turística de moto sem preocupações. Então, confira aqui as dicas do que levar na sua bagagem para fazer uma viagem de moto!

Continue lendo