Dicas

Por que os veganos não comem mel? Entenda!

Aprenda sobre as razões por trás do mel não ser vegano, assim como alguns possíveis substitutos que você pode usar em seu lugar. Para saber mais informações, continue lendo!

Anúncios

por Solange Zecchin

Publicado em 20/11/2022

Afinal, por que os veganos não comem mel? Confira a razão e veja algumas opções de possíveis substitutos!

Saiba porque os veganos não consomem mel. Fonte: AdobeStock.

Você sabia que os veganos não comem mel? A maioria das pessoas fica surpresa ao ouvir isso. Mas é verdade, o mel é um produto proibido no veganismo. 

Almoço vegetariano verde com quinoa, feijão verde, brócolis e abacate

Musculação e dieta vegana: como ganhar massa sem produto animal?

Dieta vegana para o ganho de massa muscular: saiba o que comer para ganhar músculos fortes e saudáveis!

Então, neste post, iremos abordar o porquê do mel não ser considerado vegano, e também vamos explorar algumas outras opções disponíveis. Então, se você ficou curioso sobre esse assunto, continue lendo!

As principais razões pelas quais o mel não é vegano

Saiba os principais motivos do mel não ser permitido na dieta vegana. Fonte: AdobeStock.

O mel é um alimento popular, mas não é vegano. Em primeiro lugar, as abelhas são animais, e frequentemente sofrem no processo de sua produção.

Dessa forma, quando o homem tira o mel das abelhas, está privando-as do alimento que precisam para sobreviver. 

Além disso, o processo de apicultura, muitas vezes, envolve o uso de produtos químicos nocivos, e deixa as abelhas com pouco ou nenhum acesso ao pólen e ao néctar. 

Como resultado, os veganos não comem mel a fim de evitar prejudicá-las.

O que consumir para substituir o mel de abelhas?

Pois bem, muitas pessoas são apaixonadas por mel, e por isso é difícil abandoná-lo. Ainda assim, parar de consumi-lo é mais tranquilo do que outros tipos de alimentos de origem animal, como por exemplo, carnes e leite.

Assim, com o veganismo ganhando cada vez mais adeptos, existem alguns substitutos desse alimento no mercado. Conheça alguns deles!

Melado de cana

Conheça o melado de cana, considerado o mel vegano. Fonte: AdobeStock.

De sabor acentuado, o melado é um ingrediente que você pode consumir de várias formas: puro, com frutas, leite e cereais. 

Além de saboroso, o melado de cana é frequentemente usado como um substituto para o mel de abelhas. 

Melado de cana e seus benefícios para a saúde

Já que os veganos não comem mel, o melado de cana é uma excelente opção como substituto.

Considerado o “mel vegano”, ele contém boa fonte de ferro, cálcio, magnésio e cobre. Portanto, ajuda a prevenir a anemia e contribui para o bom funcionamento do sistema digestivo.

Por outro lado, é bom para a saúde dos ossos, da pele e do cabelo. Além disso, contém selênio, um eficiente antioxidante. Por fim, também pode ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade.

Néctar de Coco

O néctar de coco é outra opção saudável, por ser rico em nutrientes e ter um baixo índice glicêmico. Ele é extraído da seiva da flor do coqueiro. 

Desse modo, ele traz muitos benefícios para a saúde. Entre as suas vantagens estão: ser mais sustentável, não causar nenhum tipo de crueldade animal, além de ser um adoçante natural (sem nenhum tipo de aditivo químico).

Agave

A calda de agave é extraída de uma planta mexicana que é responsável pelo sabor parecido ao açúcar. 

Por ser mais saudável e não prejudicar os animais, ele pode ser um ótimo substituto do mel Assim, possui baixo índice glicêmico, e por isso é absorvido de forma mais lenta pelo nosso organismo. 

Alimentos e produtos proibidos na dieta vegana

Assim como os veganos não comem mel, conheça outros alimentos proibidos na dieta vegana. Acompanhe a seguir!

Gorduras animais

O principal alimento a se evitar em uma dieta vegana são as gorduras animais. É importante sempre ler o rótulo nutricional do alimento para saber se ele provém de origem animal.

Bebidas alcoólicas

O estilo de vida vegano não exclui totalmente as bebidas alcoólicas, mas apenas aquelas que contêm matérias primas de origem animal.

Por exemplo, no processo de clarificação do vinho e da cerveja, utiliza-se colágeno natural proveniente da bexiga do peixe, ou proteínas do leite ou de ovo.

Aditivos alimentares

Os aditivos alimentares são substâncias adicionadas aos alimentos para a sua preservação, torná-los mais seguros ou melhorar sua aparência, sabor e textura.

Existem aditivos tanto de origem vegetal como animal. Portanto, fique sempre atento aos rótulos.

Gelatina

Pois bem, a gelatina é feita a partir do colágeno extraído dos ossos e da pele dos animais. Como resultado, os veganos não comem mel, tampouco gelatina.

Algumas pessoas argumentam que esse alimento não é realmente um produto animal, uma vez que não contém DNA ou outras células vivas. 

No entanto, o processo de fabricação da gelatina envolve ferver ossos e pele de animais em água, o que quebra o colágeno e produz um gel rico em proteínas. Como resultado, ela não é um alimento apropriado para veganos.

Aromas e condimentos naturais

Os condimentos naturais e aromas podem não conter nenhuma carne ou laticínios, mas geralmente são feitos com produtos animais como mel ou óleo de peixe. 

E mesmo que não sejam, eles normalmente contém flavorizantes que foram extraídos de animais. Então, se você é vegano, definitivamente deve evitar os sabores e condimentos naturais. 

L-Cisteína ou E-920

Esse aminoácido comum pode ser encontrado em uma variedade de alimentos. Por exemplo, alguns produtos presentes em padarias, como rosquinhas e pães.

Embora eles possam não parecer uma grande coisa, a cisteína é um agente amaciador e, geralmente, vem das penas de aves e suínos.

Molho inglês

Além de evitar o mel, você sabia que veganos não comem molho inglês? Na maioria das vezes, as empresas responsáveis pela produção do molho inglês usam anchovas, uma espécie de peixe, ou extrato de carne.

Chocolate

Se você é vegano, você pode pensar que o chocolate é um alimento seguro para se comer. Mas você sabia que a maioria deles é feita com produtos lácteos?

Porém, as opções feitas com soja estão liberadas.

Produtos proibidos na dieta vegana

Agora, conheça alguns produtos que muita gente nem imagina que possam conter substâncias de origem animal. Confira a seguir:

  • Sacolas de supermercado – Para não deformar, muitos plásticos usam gordura animal na sua fabricação;
  • Fogos de artifício – É utilizado em sua produção o ácido esteárico, que pode ter origem animal ou vegetal. Ele evita a oxidação de metais e prolonga o tempo de armazenamento; 
  • Amaciante de roupas – Algumas marcas utilizam um derivado da amônia que é extraído de vacas, ovelhas e cavalos; 
  • Pasta de dentes – Possui glicerina em sua composição, que pode ser de origem animal;
  • Xampus e condicionadores – Podem conter glicerina, pantenol, aminoácidos e vitamina B, todos componentes de possível origem animal;
  • Pneus – Assim, como os fogos de artifício, também levam ácido esteárico que auxiliam sua conservação sob o atrito.

Então, para se tornar vegano, é preciso sempre ir em busca de informações. Hoje em dia, com tantos apps para veganos, ficou mais fácil adotar esse estilo de vida.

Muitas pessoas não sabem que veganos não comem mel ou que determinados produtos possuem componentes de origem animal. Informe-se e alimente-se com tranquilidade!

Agora, quer se aprofundar mais no assunto e aprender a fazer queijos veganos? Então, acompanhe o link abaixo e confira as receitas!

Quatro queijos veganos

Queijos veganos: conheça o processo de fabricação, benefícios e os principais tipos!

Entenda como é o processo de fabricação de queijos veganos, quais são os principais benefícios e os principais tipos produzidos hoje em dia.

Sobre o autor

Solange Zecchin

Apaixonada por culinária e saúde, busca criar conteúdos que ajudem as pessoas a se sentirem mais confiantes na cozinha, além de alcançarem mais bem-estar no dia a dia através da alimentação e atividades físicas. Especialista em gastronomia italiana, uma de suas paixões.

Em Alta

content

Costela no bafo no forno: veja como fazer!

A costela no bafo no forno é uma ótima maneira de prepará-la quando não se tem churrasqueira em casa. Confira como fazer esse prato!

Continue lendo
content

Peito de frango: conheça os benefícios e receitas!

Existem inúmeros benefícios associados ao uso do peito de frango na alimentação do cotidiano. Saiba mais sobre isso aqui!

Continue lendo
content

Programa Playdance Fit: como usar e dançar suas músicas favoritas!

Descubra o passo a passo de como usar o Programa Playdance Fit e comece hoje a se exercitar sem sair de casa e com muita energia. Confira!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como comprar cruzeiro na LogiTravel?

A LogiTravel surgiu na Espanha em 2004 e hoje já é uma das principais agências de turismo no mundo. No Brasil, ela é especializada na venda de cruzeiros. Então, veja como comprar com ela para aproveitar suas férias!

Continue lendo
content

Como baixar e usar o aplicativo Turismocity?

Utilize o aplicativo Turismocity para encontrar diferentes serviços de turismo e organizar tudo o que precisa para sua viagem em um só lugar. Veja o passo a passo para baixar e usar de forma simples.

Continue lendo
content

Autorização de viagem: veja como funciona para quem é menor de idade!

O formulário de autorização para viagem de menores de idade é essencial para crianças e adolescentes que estão viajando sem os pais. Entenda quando essa autorização é necessária e como estar preparado!

Continue lendo