News

Riscos dos agrotóxicos à saúde

Descubra quais são os riscos dos agrotóxicos à saúde humana, quais as principais formas de evitar seu consumo e como se livrar deles de uma vez por todas.

Anúncios

Os riscos dos agrotóxicos à saúde humana

plantação com agrotóxicos
Descubra quais são os riscos do consumo de alimentos produzidos com agrotóxicos. Fonte: Canva.

A preocupação com o risco dos agrotóxicos à saúde humana é recente, uma vez que esses produtos surgiram há algum tempo.

Os agrotóxicos surgiram durante o período da segunda guerra mundial.

Assim, seu principal propósito era a utilização como arma química.

Contudo com o fim da guerra, esse tipo de produto passou a ser utilizado como defensivo agrícola.

Dessa forma, passou a ser popularmente chamado como pesticida.

Hoje os principais tipos de agrotóxicos são:

  • Fungicidas – que atingem os fungos;
  • Herbicidas – produzidos para atacar plantas;
  • Inseticidas – desenvolvidos para combater insetos;
  • Acaricidas – atacam ácaros.

A principal preocupação com o uso excessivo de agrotóxicos diz respeito ao seu potencial de alcance.

Afinal, eles vão além de evitar a invasão de uma plantação.

Ou seja, eles afetam diretamente outros seres vivos.

Hoje suas principais vítimas são plantas, minhocas, abelhas e seres humanos. 

O Brasil hoje é o país com maior liberação de agrotóxicos no mundo e os seus efeitos maléficos já são sentidos.

Por isso, vamos mostrar a seguir os principais riscos dos agrotóxicos à saúde. 

Célula sendo atacada por tumor

Casos de câncer possuem ligação com agrotóxicos

Conheça os principais tipos de câncer mais comuns no Brasil.

Os principais riscos dos agrotóxicos à saúde

O uso desenfreado e descontrolado de agrotóxicos traz uma série de riscos à saúde humana.

Então, vamos mostrar agora os principais deles. 

Alterações neurológicas

Um dos principais riscos dos agrotóxicos à saúde é o desenvolvimento de doenças neurológicas. 

As principais são Mal de Alzheimer e Parkinson, mas já há relações com outras patologias, como esclerose múltipla, ou ELA, por exemplo. 

Desenvolvimento de doenças autoimunes

Vivemos hoje uma epidemia de doenças autoimunes.

Inflamações intestinais, alterações do funcionamento de tireoide, problemas de pele, como psoríase, são exemplos clássicos de condições autoimunes.

Os agrotóxicos afetam o funcionamento do sistema imune, tornando o ataque ao próprio organismo algo mais frequente do que antigamente. 

Infelizmente, a tendência é um crescimento cada vez maior desse tipo de patologias.

Surgimento de câncer

Um dos maiores riscos dos agrotóxicos à saúde é o surgimento de diferentes tipos de câncer. 

Isso porque esses pesticidas agem de maneira profunda em nossas células.

Assim, afetam diretamente o DNA e facilitam a ocorrência de mutações que levam ao surgimento de células cancerígenas. 

Danos aos órgãos que limpam o organismo

Os principais órgãos que limpam o organismo humano são: fígado, rins e linfonodos.

Ou seja, são verdadeiros filtros de impureza.

Então, como agrotóxicos são vistos como algo que o organismo precisa se eliminar, com o passar do tempo se acumulam em micro fragmentos nesses órgãos, causando danos e mal funcionamento a médio e longo prazo. 

O ideal é apostar em orgânicos

A principal forma de se prevenir dos riscos dos agrotóxicos à saúde humana é evitar seu consumo.

Assim, o melhor caminho é apostar em orgânicos.

Cada vez mais populares, é simples encontrar feiras e produtores orgânicos que cultivam alimentos sem o uso de herbicidas. 

Psoríase tem ligação com o consumo de alimento contaminados

A psoríase é uma condição autoimune com relação direta ao consumo de alimentos produzidos com agrotóxicos.

Com sintomas características, ela causa muito incômodo, mas é possível controlar.

Saiba mais sobre ela no link abaixo!

Braço com psoríase

Psoríase possui ligação com agrotóxicos

Conheça os principais sinais da psoríase e saiba como proceder em caso de diagnóstico positivo.

Sobre o autor  /  Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Por que os veganos não comem mel? Entenda!

Aprenda aqui porque os veganos não comem mel. Conheça também algumas opções para substituí-lo em sua dieta. Confira aqui!

Continue lendo
content

3 receitas com abacate que fogem do óbvio

Aprenda a fazer receitas com abacate diferentes de tudo o que você já viu, mas que são extremamente funcionais e saborosas.

Continue lendo
content

Ora-pro-nobis: Conheça 5 benefícios dessa planta à saúde

Conheça as propriedades da ora-pro-nobis e descubra quais são os seus 5 principais benefícios à saúde. O terceiro é inacreditável. Saiba mais!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Hórus Viagens é confiável? Veja como funciona antes de comprar

Se você está procurando atendimento personalizado, e uma experiência incrível de viagem, então precisa conhecer a Hórus Viagens. Com o objetivo de conectar seus clientes com o Oriente Médio, a agência é uma das maiores do Egito.

Continue lendo
content

ITA Airways é boa? Veja como é viajar com a companhia aérea

Viajar nunca foi tão acessível! Conheça as tarifas com desconto da Ita Airways e comece sua jornada de forma econômica.

Continue lendo
content

Dicas para garantir as melhores ofertas no Passagens Promo

Descubra ofertas incríveis em passagens aéreas com descontos imperdíveis no Passagens Promo. Economize em suas próximas viagens e explore destinos deslumbrantes por menos!

Continue lendo