News

Miastenia gravis é conhecida como doença do cansaço: Saiba mais sobre ela

Conheça os principais sintomas de miastenia gravis, descubra quais são as suas causas e as formas de manter a doença sob controle. Mulheres são as mais afetadas. Saiba mais!

Anúncios

por Murilo C.

Publicado em 22/04/2022

Conheça a miastenia gravis

Mulher coberta com dores de fibromialgia
Aprenda a identificar os sinais de miastenia gravis. Fonte: Canva.

A miastenia gravis ou então, miastenia grave é uma doença autoimune.

Quando surge, causa fraqueza muscular progressiva. 

Mais comum no público feminino, ela surge entre os 20 e 40 anos de idade, começando de forma súbita e evoluindo aos poucos. 

As causas claras ainda não estão estabelecidas.


Contudo, já se sabe que uma alteração no funcionamento do sistema imune é capaz de dar origem ao problema.

Entretanto, com o tratamento adequado, é possível ter uma vida ativa repleta de qualidade. 

Seus sinais são claros e específicos, com um sintoma bastante comum considerado como clássico. 

Então, bora aprender um pouco mais sobre essa doença?

Laço roxo representando doenças autoimunes

Entenda as doenças autoimunes

Descubra porque doenças autoimunes surgem e conheça 6 sinais clássicos.

Anúncios

Os principais sinais de miastenia gravis

O principal sinal da miastenia grave é o enfraquecimento dos músculos da face.

Assim, a pessoa com a doença passa a ter um semblante de cansaço.

No início, os principais sinais são:

  • Fraqueza das pálpebras, o que dificulta a abertura e o fechamento dos olhos;
  • Cansaço dos músculos oculares, levando ao estrabismo;
  • Atonia muscular, causando assim cansaço extremo, mesmo com baixo esforço físico.

Além disso, conforme a doença evolui, outros sintomas característicos surgem. São eles:

  • Fraqueza dos músculos do pescoço, assim a cabeça pende para os lados ou para frente;
  • Dificuldades para movimentar membros superiores e inferiores;
  • Agrura para engolir alimentos ou falar;
  • Diferentes níveis de fraquezas que variam ao longo do dia.

Em casos mais graves, ou seja, quando não há um tratamento adequado, é possível que a fraqueza muscular atinja músculos respiratórios 

Diagnóstico

Os sintomas são indícios claros da presença da doença. 

Contudo, uma série de exames são feitos para fechar o diagnóstico.

Assim, o paciente passa por exames físicos, de imagem, de sangue e neurológicos para que a doença seja diagnosticada. 

Anúncios

Tratamento é amplo

O tratamento da miastenia gravis é amplo. 

Todos os pacientes seguem a primeira linha de tratamento, que é o uso de medicamentos, que aliviam os sintomas, além de sessões de fisioterapia, que visam manter a musculatura fortalecida e funcional. 

Contudo, existem outras maneiras de tratar a doença. 

Um método amplamente utilizado é a plasmaférese.

Ou seja: uma terapia muito parecida com a hemodiálise, onde o sangue passa por uma máquina.

Essa máquina é responsável por remover os anticorpos que atacam os receptores da musculatura.

Isso facilita a comunicação entre os neurônios, garantindo ausência de sintomas. 

Além disso, em casos mais raros há possibilidade de realizar uma cirurgia.

Contudo, a cirurgia só é indicada quando um tumor é identificado em qualquer órgão do sistema imunológico e seja responsável pela produção de anticorpos que geram a doença. 

Prognóstico positivo

Quando tratada e controlada, a doença fica estacionada.

Ou seja, não há evolução. 

Assim, o paciente é capaz de levar uma vida próxima à normalidade com o máximo de qualidade possível. 

Fibromialgia

A exemplo da miastenia gravis, outra doença que costuma causar dores musculares e cansaço é a fibromialgia. 

Saiba mais sobre ela e conheça as diferenças entre ambas as patologias no link abaixo!

Mulher com dor nas costas de fibromialgi

Saiba tudo sobre fibromialgia

Conheça as causas, sintomas, diagnóstico e tratamento de fibromialgia.

Sobre o autor

Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Pão de ló de chocolate profissional: como fazer?

O pão de ló de chocolate profissional é uma receita incrível, com um bom rendimento, perfeita para quem está buscando uma receita especial!

Continue lendo
content

Maracujá: diferentes tipos e benefícios que pouca gente conhece

Conheça a composição, os diferentes tipos e quais são os principais benefícios que o maracujá é capaz de proporcionar à sua saúde.

Continue lendo
content

Bolo no pote de leite ninho: faça em casa e conquiste renda extra!

O bolo no pote de leite ninho leva ingredientes com valores acessíveis de comprar. Veja como preparar aqui e começar a vender!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

5 dicas de como viajar de avião com bebê: fuja de imprevistos!

Viajar com uma criança ou bebê é apresentar uma nova experiência a eles. No entanto, é preciso ter paciência e se preparar com antecedência para se organizar e proporcionar a melhor experiência possível.

Continue lendo
content

Conheça o cartão Decolar Santander Visa Gold: pontos para quem vive viajando!

Se você costuma viajar com frequência, ou apenas quer aproveitar descontos em pacotes de viagem Decolar, precisa conhecer o Decolar Santander Visa Gold. Veja como ele funciona e confira os pontos positivos e negativos do produto!

Continue lendo
content

Decolar Viagens: saiba como funciona e se é confiável

A Decolar Viagens é confiável? Confira, hoje, a resposta e veja como garantir a compra de viagens segura e com a qualidade que o seu descanso exige!

Continue lendo