News

Intolerância ao glúten e doença celíaca: entenda a diferença

Conheça os aspectos da intolerância ao glúten e saiba quais são as suas diferenças para a doença celíaca. Embora sejam parecidas, cada uma delas possui suas particularidades.

Anúncios

por Murilo C.

Publicado em 11/02/2022

Glúten possui ação particular sobre cada organismo

Farinha dentro de pode com colher ao lado
Você pode ter intolerância ao glúten e nem saber disso. Fonte: Canva.

A intolerância ao glúten e a doença celíaca possuem algo em comum:

O comportamento do organismo diante do glúten.

Contudo, isso é algo muito debatido e disseminado por profissionais da saúde:

Cada organismo é único.

Assim, a forma de reação a diferentes tipos de exposição, seja ao glúten ou demais nutrientes, será igualmente única. 

E quando o assunto é resposta a esse tipo de proteína, o organismo é capaz de se comportar de maneira bem particular. 

Esses comportamentos causam uma série de condições de saúde que geram dúvidas e questionamentos. 

A doença celíaca e a intolerância ao glúten, por exemplo, trazem questões específicas.

Afinal, são extremamente semelhantes, mas contém particularidades únicas, como vamos mostrar a seguir. 

Xícaras e bule brancos

Intestino de intolerantes ao glúten precisa de atenção

Conheça as melhores opções de chás para manter a integridade intestinal.

Anúncios

As particularidades da doença celíaca

A doença celíaca é uma doença autoimune.

Ou seja, que ocorre quando o sistema imunológico ataca o próprio organismo.

Nessa doença há uma reação exagerada do sistema imune à presença do glúten.

Na doença celíaca, as células do intestino delgado são afetadas por um processo inflamatório crônico. 

Contudo, a condição de saúde entra em remissão com a retirada do glúten. 

Intolerância ao glúten

A intolerância ao glúten também é conhecida como: sensibilidade ao glúten não celíaca.

Essa é uma condição de saúde bastante específica.

É comum que médicos e nutricionistas quando os exames para doença celíaca foram negativos. 

A principal explicação para o seu surgimento e desenvolvimento é simples:

O alto consumo de trigo ou alimentos com glúten em sua composição, o que causaria uma má digestão do nutriente.

Afinal, como o glúten é uma mistura de moléculas, ele tem a capacidade de se alojar na parede do intestino.

Dessa forma, sua digestão seria dificultada, o que causaria desconfortos e sintomas semelhantes aos da doença celíaca. 

Anúncios

Alergia ao trigo

Além da doença celíaca e da intolerância ao glúten, há ainda outra condição de saúde específica e semelhante a ambas.

A alergia ao trigo. 

Assim como o nome sugere, a alergia ao trigo é uma reação exagerada e de curto prazo do sistema imune, causada pelas proteínas que compõem o glúten.

Os sintomas são semelhantes aos de outros sinais alérgicos e normalmente incluem:

  • Dermatites;
  • Sensação de empachamento;
  • Diarreia;
  • Prisão de ventre;
  • Dor de cabeça;
  • Desconfortos articulares.

Se tratando de uma reação alérgica, os sinais surgem logo após o consumo de alimentos que contenham o trigo em sua composição. 

Por conta das mudanças em plantações, além da adoção de agricultura transgênica, a alergia ao trigo cresceu bastante nos últimos anos.

Contudo, alérgicos ao trigo podem consumir tranquilamente alimentos que contenham trigo em sua composição.

Afinal, são alérgicos ao trigo em si e não à proteína. 

Receitas sem glúten: sabor, saúde e tranquilidade

Então, seja para celíacos, para quem sofre com intolerância ao glúten e até mesmo para os alérgicos ao trigo.

Uma excelente forma de manter a saúde e evitar perrengues e evitar o consumo preparos alimentares com trigo e glúten em sua composição.

Por isso, é importante conhecer receitas que não levam ingredientes como glúten e trigo para o preparo.

Pessoa sovando massa

Receitas sem glúten são saborosas e saudáveis

Aprenda receitas clássicas, mas sem trigo ou glúten na lista de ingredientes.

Sobre o autor

Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

Como fazer queijo provolone recheado com salame: aprenda aqui!

Você não precisa mais ter dúvidas de como fazer queijo recheado com salame, trouxemos receitas simples para você aprender. Fica uma delícia!

Continue lendo
content

Petiscos para réveillon: veja ideias para as festas de fim de ano!

Descobrir opções de petiscos para réveillon é fundamental, se você quer se preparar para uma ótima festa com amigos ou familiares. Saiba mais!

Continue lendo
content

Amaranto: conheça 5 benefícios exclusivos e saiba como consumir

Conheça 5 benefícios exclusivos do amaranto para a saúde e saiba como incluir o pseudocereal em sua dieta de maneira simples.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como comprar facilmente na Buscavoo?

Procurando facilitar a vida de quem tem o sonho de viajar, a Buscavoo garante os melhores preços de hospedagem, passagens aéreas e até Seguro Viagem. Então, veja aqui como comprar com esse buscador agora mesmo!

Continue lendo
content

Cartão pré-pago ou dinheiro em espécie: como levar dinheiro em uma viagem internacional?

A maior dúvida dos viajantes que vão para o exterior é como levar dinheiro para destinos internacionais. Nesse sentido, existem diversas opções, cada uma com suas vantagens. Confira aqui as mais utilizadas e veja qual a melhor escolha!

Continue lendo
content

5 melhores lugares para conhecer em Fortaleza: atrações imperdíveis para todos os gostos!

Fortaleza abriga inúmeras atrações imperdíveis que vão desde museus até uma vida noturna agitada. Ou seja, a cidade agrada todos os viajantes, além de possuir uma gastronomia invejável que vale a pena conhecer.

Continue lendo