News

HPV: Conheça os principais sintomas, riscos, tratamento e como se prevenir

Entenda o que é HPV, quais são os sintomas, os tratamentos que existem, os riscos de contrair e o mais importante: como se prevenir. Saiba mais!

Anúncios

Entenda o que é HPV

HPV
Aprenda a se proteger do HPV. Fonte: Canva.

HPV é a sigla em inglês de Papiloma Vírus Humano. 

Trata-se de um vírus que infecta pele e mucosa, causando verrugas ou lesões precursoras de alguns tipos de câncer.

Como colo de útero, garganta, ou anus, por exemplo. 

É um vírus muito contagioso.

Afinal, se transmite no contato de pele com a pele.

Por isso, a principal forma de transmissão é por meio do sexo.

Dessa forma, ele é considerado uma IST, ou seja, uma infecção sexualmente transmissível. 

Mulher com gorro assoando nariz

Flurona é combinação de dois vírus.

Saiba quais são os dois vírus causadores da flurona.

Diferentes tipos

Mais de 250 tipos de HPV já foram identificados e sequenciados geneticamente.

Assim, entre todos eles, apenas 14 causam lesões precursoras de câncer. 

70% das lesões são causadas pelos tipos 16 e 18. 

Os outros 30% das lesões são causadas pelos tipos 31, 33 e 45. 

Fatores de risco

Os principais fatores de risco para se contaminar com o HPV são:

  • Praticar sexo sem proteção;
  • Início da vida sexual precocemente;
  • Ter muitos parceiros sexuais;
  • Não realizar exames de rotina;
  • Problemas no sistema imunológico;
  • Existência prévia de outras infecções sexualmente transmissíveis.

Sintomas de HPV 

O principal sintoma de infecção por HPV é o surgimento de lesões na pele e surgimento de manchas brancas ou castanhas que coçam.

O mais comum é que as lesões surjam na região genital, embora seja possível aparecer em outras partes do corpo. 

Assim, as mais comuns são:

  • Nas mulheres: lesões ou verrugas na vulva, vagina ou colo do útero, por exemplo;
  • Nos homens: no pênis;
  • Em ambos os sexos: no ânus, boca, garganta, pés e mãos.

Mais de 90% das pessoas eliminam o HPV do organismo de forma natural, sem manifestação clínica.

Contudo, em caso de sintomas, é preciso buscar ajuda médica o mais rápido possível. 

Diagnóstico

O diagnóstico é feito em exames de rotina.

Tais como: Papanicolau, colposcopia, vulvoscopia, peniscopia ou anuscopia, por exemplo. 

Quando uma lesão é encontrada, é feita uma biópsia para descobrir se o HPV é oncológico ou não.

Além disso, existe o teste genético específico capaz de detectar a presença do vírus.

Esse teste é chamado de teste do HPV.

É indicado para pessoas com mais de 30 anos, época em que muita gente já teve a chance de eliminar o vírus no caso de ter contraído no começo da vida sexual.

Tratamento

Então, existem diferentes formas de tratar HPV.

No caso das lesões e manchas pequenas, é possível usar cremes ou ácidos com potencial antiviral, por exemplo. 

No caso de lesões, é comum a retirada por meio de cauterização ou crioterapia.

Prognóstico e complicações

O prognóstico de quem foi infectado pelo HPV é positivo.

Afinal, em mais de 90% dos casos o organismo é capaz de eliminar o vírus sozinho.

Mas entre as principais complicações estão:

  • Câncer;
  • infertilidade;
  • Dificuldades para respirar.

Por isso, é importante prevenir.

Prevenção e vacinação

As principais formas de prevenção se dão por meio da prática sexual protegida, ou seja com camisinha, além da vacina do HPV.

Inclusive, a vacina é cada vez mais incentivada em meninos e meninas que ainda não iniciaram sua vida sexual.

Saiba mais sobre a vacina de HPV no link a seguir

Vacina para HPV com símbolo feminino

Vacina contra HPV

Conheça a vacina contra o HPV e como ela funciona.

Sobre o autor  /  Murilo C.

Murilo C. é biomédico formado em 2010 com vivência clínica e laboratorial. Além disso, é formado em nutrição, com especializações na área de nutrição esportiva e fitoterapia. Atuante na área de nutrição clínica, acredita no poder dos alimentos como forma prevenir e tratar doenças. Escritor, leva informação de qualidade sobre saúde e alimentação para todos há uma década.

Em Alta

content

DietSmart: saiba como funciona o mais completo software de atendimento nutricional!

Saiba como funciona o DietSmart, um software que ajuda nutricionistas a criarem planos alimentares e mais diferenciais para seus clientes!

Continue lendo
content

Doenças autoimunes: O que são e porque surgem? Conheça 6 sinais clássicos

Diabetes tipo 1, doença celíaca e psoríase são alguns tipos de doenças autoimunes; veja outras e sinais para reconhecê-las aqui.

Continue lendo
content

6 receitas fáceis e com poucos ingredientes que irão facilitar a sua vida

Omelete, macarrão... Separamos algumas receitas fáceis com poucos ingredientes para ainda assim você contar com uma refeição nutritiva!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Voo cancelado Azul: conheça os seus direitos!

Conheça seus direitos em caso de voo cancelado! Você sabia que há direitos que podem ampará-lo nessas situações? Saiba mais aqui.

Continue lendo
content

Promoções de passagens aéreas são confiáveis? Veja como saber!

Com tantas ofertas de voos disponíveis, pode ficar difícil encontrar uma plataforma segura para fazer a compra. Saiba o que torna um site confiável e como encontrar promoções de passagens para pagar mais barato!

Continue lendo
content

Delta Airlines é boa? Veja se vale a pena para viajar!

Com uma frota impressionante de aeronaves, a Delta Airlines é uma das maiores empresas aéreas do mundo. Além disso, seu serviço de bordo é ótimo tanto para classe executiva quanto econômica.

Continue lendo